Antártica tem o hotel mais remoto do mundo

O White Desert´s Whichaway Camp só funciona nos meses de novembro, dezembro e janeiro por conta das condições climáticas da região
O hotel está situado na região da Terra da Rainha Maud
O hotel está situado na região da Terra da Rainha Maud

Pode parecer loucura, mas o turismo na Antártica promete atrair muita gente em um futuro próximo. O lugar ainda é pouco explorado, mas o surgimento do White Desert´s Whichaway Camp, considerado o hotel mais remoto do mundo, pode ajudar a fazer qualquer um querer se aventurar por essas terras geladas ao Sul do globo. O hotel, situado na região da Terra da Rainha Maud, só funciona nos meses de novembro, dezembro e janeiro por conta das condições climáticas da Antártica, e oferece seis quartos.

Os quartos mais parecem pequenos casulos aconchegantes
Os quartos mais parecem pequenos casulos aconchegantes

Os cômodos, que mais parecem pequenos casulos aconchegantes, têm cerca de seis metros de diâmetro e são equipados com cama de casal, mesa de escrever e um pequeno banheiro. Nas áreas comuns, os hóspedes podem desfrutar de um lounge e sala de estar, situados em duas tendas de onde dá para ver o lado de fora pela janela. O chuveiro do hotel é compartilhado, já que a água da propriedade vem, em grande parte, dos lagos gelados da Antártica. O White Desert´s Whichaway Camp também pensa de forma consciente quanto ao uso de energia elétrica, fazendo uso de energia solar.

Nas áreas comuns, os hóspedes podem desfrutar de um lounge e sala de estar
Nas áreas comuns, os hóspedes podem desfrutar de um lounge e sala de estar

A inspiração para a construção do hotel veio de Patrick Woodhead, após suas expedições pela Antártica, entre as quais em uma delas quebrou o recorde mundial de equipe mais jovem a esquiar pelo Polo Sul. Com a experiência, Woodhead disse ter percebido que ninguém conhece realmente o interior da Antártica. O aventureiro, então, quis tornar possível o acesso de qualquer pessoa ao lugar, não somente exploradores.

Para chegar ao White Desert´s Whichaway Camp é preciso começar com uma viagem que dura aproximadamente cinco horas e meia a partir do aeroporto internacional da Cidade do Cabo, na África. Depois, é preciso percorrer mais cerca de sete quilômetros na neve, que pode ser em uma moto de neve ou em veículos 4x4, até a propriedade.

O White Desert´s Whichaway Camp só funciona nos meses de novembro, dezembro e janeiro
O White Desert´s Whichaway Camp só funciona nos meses de novembro, dezembro e janeiro

As opções de hospedagem incluem um dia de viagem ao preço de US$ 11 mil, com direito a excursão que explora a região. Quem quiser ficar mais tempo pode escolher a alternativa que oferece de oito a dez dias, que sai a US$ 72 e inclui uma caminhada pelo Polo Sul para ver uma colônia de mais de seis mil pinguins.

GOSTOU DA MATÉRIA?

1
0
0
0

Siga a gente

Não perca nada do Pureviagem siga a gente no Facebook e Twitter:

As mais lidas

Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares
Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares

Das Cataratas do Iguaçu aos Lençóis Maranhenses, passando pelo Pantanal, selecionamos 30 paisagens das cinco regiões do país para contemplar e inspirar a viajar pelo Brasil

Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG
Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG

Local foi descoberto na década de 1960, e desde então, atrai ecoturistas por suas belezas naturais. São 18 piscinas, oito cachoeiras e inúmeras opções de passeios

Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"
Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"

O destino alagoano oferece piscinas naturais, praias de águas cristalinas, boa gastronomia e atividades para todos os tipos de viajantes

Comente!

comments powered by Disqus