Dicas de viagem Salta! Conheça o Norte da Argentina cercado por montanhas

Capital do estado de mesmo nome, a cidade fica perto da Cordilheira dos Andes
Beleza é o que não falta em Salta
Beleza é o que não falta em Salta

A Argentina sempre fez parte do roteiro dos viajantes mais assíduos, especialmente dos brasileiros. O que os turistas mais exploram na terra dos hermanos é a porção sul do país, como Buenos Aires, Bariloche e até mesmo a exuberante Patagônia. Que tal fazer diferente dessa vez e mudar a rota habitual para explorar o norte, mais especificamente a região de Salta? Capital do estado de mesmo nome, o lugar fica perto da Cordilheira dos Andes, em uma área chamada de Vale de Lerma, cercada por montanhas e naturalmente bela.

Só de ler já dá para imaginar o cenário e as belezas de Salta! Mas conhecer de perto não tem preço. Por isso confira, a seguir, dicas de viagem para o destino argentino!

Salta fica em uma área chamada de Vale de Lerma
Salta fica em uma área chamada de Vale de Lerma

Como chegar?

Não existem voos diretos para Salta a partir do Brasil. Como a cidade está no norte da Argentina é preciso, obrigatoriamente, passar por Buenos Aires e fazer conexão no Aeroparque Jorge Newbery, o aeroporto nacional da capital argentina. O trecho Buenos Aires - Salta dura 2h10.

Quem, por algum motivo, prefira ir por terra vai precisar encarar uma viagem de ônibus que ultrapassa 20 horas de estrada. O bom dessa opção é que o percurso é cheio de paisagens belíssimas.

A cidade fica ao norte da Argentina
A cidade fica ao norte da Argentina

Quando ir?

Como a maior parte dos passeios é ao ar livre e o tempo é quente na região, a boa é escolher uma época mais amena, como a primavera. Já o inverno costuma ser bem frio na cidade, especialmente à noite.

A Argentina sempre fez parte do roteiro dos viajantes mais assíduos
A Argentina sempre fez parte do roteiro dos viajantes mais assíduos

Onde ficar?

Como Salta é uma cidade pequena, a dica é ficar pelo centro, onde estão os principais restaurantes, lojas, bares e prédios históricos. Os principais pontos turísticos da região também estão a curta distância.

Uma boa opção é o Hostal Colores de Salta. A propriedade oferece café da manhã, cozinha completa e internet wi-fi grátis. É uma ótima opção para quem busca um lugar barato e tranquilo.

A cidade fica perto da Cordilheira dos Andes
A cidade fica perto da Cordilheira dos Andes

Onde comer?

O que vai faltar na sua viagem são opções de bons restaurantes em Salta. Para te ajudar veja, abaixo, algumas opções:

La Casona del Molino - O estabelecimento conta com música regional folclórica, ambiente agradável e charmoso, atendimento rápido e cordial, tudo isso aliado a comida gostosa e bom preço.

Ma Cuisine Resto - O local é simpático e tem uma atmosfera convidativa. O menu fica escrito em quadros, na parede. O destaque fica por conta dos palitos de frango ao curry com queijo semi derretido e saladinha russa.

Chirimoya - Este restaurante serve excelente comida vegetariana e vegana, com um menu do dia e menu a la carte variado. Os pratos são preparados com ingredientes regionais, como o amaranto, chia, batatas e milho.

O restaurante La Casona del Molino conta com música regional folclórica
O restaurante La Casona del Molino conta com música regional folclórica

O que fazer?

Museu de Arqueologia de Alta Montanha (MAAM) - Neste museu está exposta uma das três múmias Incas encontradas na Argentina e conhecidas como "Crianças de Llullaillaco". As três crianças (el niño, la ninã del rayo e la donzela) fizeram parte de um ritual de sacrifício humano. Só o menino está exposto, mas é muito emocionante.

Praça 9 de Julio e Calle - É a região onde está o comércio de Salta. A San Martín é a avenida principal, onde estão várias casas de câmbio, bancos, lojas de todos os tipos, restaurantes e agências de tour. É aqui também que estão vários pontos turísticos de Salta.

A Praça 9 de Julio e Calle é a região onde está o comércio de Salta
A Praça 9 de Julio e Calle é a região onde está o comércio de Salta

Parque San Martin - É o Parque Ibirapuera de Salta. O Parque San Martín tem muitas árvores, bancos e até um lago com pedalinhos. Aos domingos rola uma feirinha de artesanato que vale a pena dar uma conferida.

Cerro San Bernardo - Com pouco mais de 1.400 metros acima do nível do mar, é o ponto mais alto da cidade e pode ser visto de qualquer parte. Para chegar ao topo existem duas formas: teleférico ou a pé. A primeira opção leva alguns minutos e custa AR$110 subida + descida. Outra maneira é subir 1021 degraus, o que leva mais de uma hora.

O Cerro San Bernardo é o ponto mais alto da cidade
O Cerro San Bernardo é o ponto mais alto da cidade

Mercado Municipal - Além de produtos feitos por artesãos, no Mercado Municipal de Salta você vai encontrar frutas e carnes. É também o melhor lugar para observar a vida e costumes dos locais.

À noite - Apesar de Salta ser uma cidade pequena, a vida noturna é agitada. Nos finais de semana o centro fica cheio de gente. As lojas fecham tarde, e artistas de rua se revezam com suas apresentações. Além disso, há cassino, boliche e várias outras opções.

GOSTOU DA MATÉRIA?

2
0
0
0

Siga a gente

Não perca nada do Pureviagem siga a gente no Facebook e Twitter:

Nossas recomendações

Argentina: Conheça o Salar de Antofalla

Localizado na região mais isolada da Argentina, deserto de sal mistura paisagens áridas e vulcões com mais de 6 mil metros de altitude

Dicas de Viagem: Jujuy! Conheça a exótica região norte da Argentina

Ainda pouco explorada, San Salvador de Jujuy serve de base para passeios pela região desértica do norte da Argentina

Argentina: se perca pelo Desierto del Laberinto

Você vai se encantar com suas cores que variam entre roxo e laranja

As mais lidas

Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares
Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares

Das Cataratas do Iguaçu aos Lençóis Maranhenses, passando pelo Pantanal, selecionamos 30 paisagens das cinco regiões do país para contemplar e inspirar a viajar pelo Brasil

Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG
Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG

Local foi descoberto na década de 1960, e desde então, atrai ecoturistas por suas belezas naturais. São 18 piscinas, oito cachoeiras e inúmeras opções de passeios

Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"
Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"

O destino alagoano oferece piscinas naturais, praias de águas cristalinas, boa gastronomia e atividades para todos os tipos de viajantes

Comente!

comments powered by Disqus