Turismo em Florianópolis: saiba o que fazer na ilha de Santa Catarina

Lugares como a praia de Jurerê, o Mercado Público e a Costa da Lagoa não podem faltar no seu roteiro de Floripa
A capital de Santa Catarina é um local conhecido por paisagens incríveis com belas praias
A capital de Santa Catarina é um local conhecido por paisagens incríveis com belas praias

Florianópolis é uma cidade que atende aos gostos de diferentes visitantes. A capital de Santa Catarina é um local conhecido por paisagens incríveis com belas praias, além de ser um ótimo destino para todos que curtem a vida ao ar livre, com visuais que misturam montanhas, praias e lagoas, esportes, vida noturna agitada e uma gastronomia variada.

Seja no verão, com seu sol forte e praias que refrescam, ou no inverno, quando as lareiras são acesas e o frio bate do lado de fora, Floripa oferece vários tipos de lazer. Quem se interessa em visitar a cidade não pode deixar de conhecer a história local, pisar nas areias catarinenses ou relaxar em meio da natureza. Veja algumas dicas de programas para fazer na cidade!

As praias são o principal atrativo para turistas em Florianópolis
As praias são o principal atrativo para turistas em Florianópolis

Praias
É claro que não poderiam faltar praias no roteiro de uma viagem pela capital com a Ilha de Santa Catarina. O Balneário de Canasvieiras, por exemplo, é um ótimo lugar para visitar e curtir a água. Durante o verão, se torna um dos destinos mais movimentados do local, com um mar calmo e boa infraestrutura, que fazem ser um passeio bom para ir com família ou amigos. À noite, as ruas do centro são ótimas para passear a pé e ver os artistas de rua, relaxar em um bar e comprar lembrancinhas.

Em Santo Antônio de Lisboa, os visitantes encontram paisagens incríveis, ótima gastronomia e um grande cenário histórico local, com uma arquitetura açoriana tradicional, herdada dos colonizadores portugueses. A região se tornou uma referência culinária em frutos do mar, por causa do cultivo de ostras e mariscos e a pesca de peixes e camarão. No verão, os bares colocam suas mesas nas calçadas para as pessoas curtirem o clima e também é quando acontecem pequenos blocos de carnaval, com ensaios abertos e festas.

Jurerê é a praia do condomínio mais caro e desejado da ilha, o Jurerê Internacional. Depois de grandes investimentos em urbanização e preocupação ambiental, o local ficou conhecido no mundo inteiro, sendo considerado "the place to be", em 2009, pelo jornal "The New York Times", "o destino mais valorizado do litoral brasileiro", em 2008, pelo Guia Exame de Investimentos Pessoais e a "praia do ano", em 2007, pela revista "Brazil Travel News". O bairro é muito bem planejado e limpo, e as mansões, carros, helicópteros e iates fizeram com que o local ficasse conhecido como a "Miami brasileira".

O Mercado Público foi construído no lugar em que, antigamente, estavam barracas e quitandas onde pequenos comerciantes vendiam seus artigos
O Mercado Público foi construído no lugar em que, antigamente, estavam barracas e quitandas onde pequenos comerciantes vendiam seus artigos

História
Florianópolis é cheia de história, com inscrições rupestres e vestígios de uma população pré-histórica em várias praias. Com isso, ela não poderia deixar de mostrar esse lado para seus visitantes e habitantes. O Mercado Público, por exemplo, é uma ótima memória do século 19. Ele foi construído no lugar em que, antigamente, estavam barracas e quitandas onde pequenos comerciantes vendiam artigos como peixe, carne de sol, mandioca, entre outros. Hoje, o local é um centro comercial bastante movimentado por moradores e turistas, com bares e restaurantes onde é possível experimentar um pouco da gastronomia regional. O Mercado fica aberto de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e sábado das 8h às 16h.

Outro ponto histórico é a Fortaleza de São José da Ponta Grossa, de 1740. Em 1765, a Bateria de São Caetano foi anexada a ela para aumentar a proteção no lado leste da ilha, nas praias Jurerê e Canasvieiras. Depois de ter acontecido a invasão espanhola ao local, em 1777, a Fortaleza foi abandonada e só começou a receber obras de restauração quando foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 1938. Hoje, o lugar está disponível à visitação gratuita e fica aberto de abril a novembro diariamente das 9h às 17h, e de dezembro a março das 9h às 19h.

O Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) foi inaugurado em 1949 com o nome de Museu de Arte Moderna de Florianópolis (MAMF) e é o órgão oficial na área das artes visuais do estado. Hoje, com 65 anos, o acervo do museu tem mais de 1,7 mil obras com trabalhos de diferentes tendências artísticas nacionais, como Di Cavalcanti, Portinari, Djanira, Emeric Marcier, Volpi e Tarsila do Amaral, além dos catarinenses, como Eduardo Dias, Malinverni Filho, Martinho de Haro, Hassis, Eli Heil, Rodrigo de Haro, Vera Sabino e Suely Beduschi. O local fica aberto de terça-feira a sábado, das 10h às 20h30, e aos domingos e feriados das 10h às 19h30, com entrada gratuita.

A Lagoa da Conceição é um dos principais cartões-postais da cidade
A Lagoa da Conceição é um dos principais cartões-postais da cidade

Passeios
Com a beleza de Floripa, não faltam passeios ao ar livre para incluir no roteiro de viagem, como uma ida à Lagoa da Conceição, um dos principais cartões-postais da cidade. Situado no centro geográfico da ilha, o bairro reúne praias, dunas, montanhas e a maior lagoa de Florianópolis, além de ter construções da época colonial, que ainda são preservadas. Com toda essa diversidade, o lugar se tornou o ponto turístico natural mais conhecido da cidade, onde é possível fazer piqueniques, caminhadas, andar de pedalinho e fazer programas culturais. Para quem gosta de sair à noite, o Centrinho da Lagoa tem uma grande vida noturna, com vários bares e restaurantes.

Já a Costa da Lagoa é considerada um dos últimos resquícios da cultura açoriana, e teve toda a sua região tombada como uma Área de Preservação Cultural. Apesar de ser um ótimo passeio ecológico, pode ser um pouco difícil chegar lá. Para isso, há quatro opções: pegar um barco no trapiche de Serviços de Transporte, ao lado da ponte no centrinho da Lagoa ou no trapiche de dentro do Parque Ecológico do Rio Vermelho, ou fazer uma das duas opções de trilhas, onde é possível chegar à Costa da Lagoa caminhando por dentro da Mata Atlântica. Depois de um pouco de dificuldade, as pessoas podem descansar em um dos diversos restaurantes caseiros, com pratos à base de frutos do mar, ou na cachoeira que fica perto da vila, que refresca a todos nos dias mais quentes.

Florianópolis tem uma das 23 unidades do Projeto Tamar que estão espalhadas na costa brasileira. Nessa unidade, os visitantes podem conhecer cinco tipos diferentes de tartarugas marinhas, além de saber mais sobre elas e o Projeto. Também é uma ótima visita para crianças, que podem assistir a vídeos educacionais, desenhar e tirar fotos em murais temáticos. O local fica aberto todos os dias, das 9h 30 às 17h30. Adultos pagam R$ 8 e estudantes, crianças até 12 anos e maiores de 60 anos pagam R$ 4.

Na ilha catarinense os esportes náuticos, como o surfe, ganham destaque
Na ilha catarinense os esportes náuticos, como o surfe, ganham destaque

Lazer e esportes
Na ilha catarinense, os visitantes também podem praticar diferentes tipos de esportes, e os náuticos ganham destaque. Por exemplo, algumas praias são próprias para o surfe, e a Lagoa da Conceição fica colorida com as velas de windsurfe, kitesurf e veleiros. Quem quiser ver a cidade de cima, pode voar de parapente saindo das rampas de salto que existem em diversas praias. Aqueles que gostam de caminhadas, podem participar de trilhas que têm vários níveis de dificuldade que podem ser percorridas a pé ou de bicicleta. Além dessas atividades, o arvorismo, mountain bike, rapel, mergulho, pesca, rafting e voo livre também são comuns por lá.

GOSTOU DA MATÉRIA?

3
1
0
0

Siga a gente

Não perca nada do Pureviagem siga a gente no Facebook e Twitter:

Nossas recomendações

Em Florianópolis, conheça a deserta e paradisíaca praia de Lagoinha do Leste

Para chegar lá é preciso fazer longas caminhadas!

Florianópolis: as incríveis praias do sul da Ilha da Magia

Campeche, Lagoa do Peri e Açores estão entre as melhores faixas de areia da costa catarinense

10 motivos para conhecer Florianópolis, a Ilha da Magia do Sul do Brasil

Descubra os encantos da ilha situada no estado de Santa Catarina

As mais lidas

Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares
Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares

Das Cataratas do Iguaçu aos Lençóis Maranhenses, passando pelo Pantanal, selecionamos 30 paisagens das cinco regiões do país para contemplar e inspirar a viajar pelo Brasil

Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG
Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG

Local foi descoberto na década de 1960, e desde então, atrai ecoturistas por suas belezas naturais. São 18 piscinas, oito cachoeiras e inúmeras opções de passeios

Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"
Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"

O destino alagoano oferece piscinas naturais, praias de águas cristalinas, boa gastronomia e atividades para todos os tipos de viajantes

Comente!

comments powered by Disqus