Turismo em Leipzig: o que fazer na cidade da Alemanha

Lugares como a Igreja de São Tomás e o Museu Grassi emolduram a cidade, que respira cultura, arte, música e gastronomia
Repleta de lojas, antiquários e barracas, Praça do Mercado é um dos lugares mais populares da cidade
Repleta de lojas, antiquários e barracas, Praça do Mercado é um dos lugares mais populares da cidade

Que a Alemanha é um lugar encantador não chega a ser uma novidade. O país, que no século 20 se reconstruiu da Segunda Guerra em poucos anos, se transformou em uma das maiores potências econômicas e turísticas do planeta, e hoje abriga alguns dos principais destinos de toda a Europa. O território repleto de contrastes impressiona, com cenários que variam entre cidades bucólicas, castelos medievais e metrópoles vibrantes e organizadas como Berlim, Munique, Frankfurt e Hamburgo.

Menos conhecido e fora do "hub" turístico alemão, Leipzig é outro lugar que deve ser levado em conta em um roteiro pelo país. A cidade localizada na antiga Alemanha Oriental literalmente se reergueu das cinzas, após ter mais de 60% de seu território praticamente destruído no século 20. Moderna, atualmente possui uma das mais ricas e surpreendentes histórias de toda a Alemanha, com fatos que hoje se refletem nos monumentos, nas manifestações populares e nos edifícios icônicos.

Com cerca de 500 mil habitantes, a cidade é capaz de oferecer agitação e, ao mesmo tempo, tranquilidade, com diversas atrações para os amantes de cultura, arte e gastronomia. Palco da Reforma Protestante, também é um dos principais berços da música clássica, tendo abrigado alguns dos maiores compositores e maestros como Richard Wagner, Felix Mendelssohn, Robert Shumann, Clara Wieck e Johann Sebastian Bach. Por isso, o ritmo está do DNA do município, com várias orquestras e monumentos que retratam sua vocação musical.

Leipzig também não deixa a desejar quando o assunto é gastronomia. São milhares de restaurantes, confeitarias e bares que oferecem os mais variados pratos internacionais, além, claro da tradicionalíssima cerveja alemã. Tudo isso sem falar nos cafés, que também estão entranhados na cultura local.

Por isso, não esqueça esta surpreendente cidade se a Alemanha estiver em seu próximo roteiro de viagem. Confira, abaixo, o que fazer em Leipzig.

Apreciar a arte e a cultura - A cidade é repleta de museus e galerias de arte deslumbrantes, com diversas temáticas que contam a história da sociedade alemã e europeia. Lugares como o complexo Museu Grassi e o Museu de Belas Artes de Leipzig apresentam exposições permanentes e exibições temporárias de artistas clássicos e contemporâneos. Embora controverso, outro lugar muito visitado é o Stasi Bunker, um memorial localizado na antiga sede da Polícia Secreta Alemã, que apresenta artefatos e objetos que mostram como era a rotina nada agradável dos agentes e espiões da antiga RDA, em um dos capítulos mais tristes da história da Alemanha. O Zeitgeschichtliches Forum é outro museu para quem deseja conhecer um pouco mais sobre a história do país durante o período do Nazismo. Os viajantes que desejarem lugares menos bucólicos, uma boa sugestão é o Leipziger Baumwollspinnerei, um gigantesco complexo de arte instalado em uma antiga fábrica de algodões. São cerca de cem ateliês de arte, 11 galerias, um centro internacional de dança e coreografia, além de renomadas instutições de cultura, como a Nova Escola de Leipzig.

Grassi é um gigantesco complexo que abriga o Museu de Etnografia, Museu de Instrumentos Musicais e o Museu de Artes Aplicadas.
Grassi é um gigantesco complexo que abriga o Museu de Etnografia, Museu de Instrumentos Musicais e o Museu de Artes Aplicadas.

Visitar lugares históricos - Não só de museus vive Leipzig. A metrópole também abriga inúmeros monumentos e logradouros que são verdadeiros templos da civilização alemã. O Centro Histórico é uma das regiões mais procuradas e visitadas da cidade. O local abriga edifícios renomados, como a famosa Praça do Mercado, repleta de lojas, antiquários e feiras populares, e o icônico prédio da Antiga Prefeitura, palco de eventos de arte e cultura. Na religião, os templos se misturam com a história musical da cidade, principalmente nas simbólicas Igreja de São Tomás - local onde o maestro Johann Sebastian Bach regeu coros até a sua morte - e na Igreja de São Nicolau, erguida há quase mil anos e lugar importantíssimo para a Reforma Protestante. Outra estrutura emblemática é o Monumento da Batalha das Nações, erguido em 1913 para comemorar o centenário da derrota de Napoleão Bonaparte em Leipzig, durante a Batalha das Nações. O local possui cerca de 90 metros de altura e 500 degraus até o topo, onde há uma plataforma de observação com uma vista fascinante; Para os fãs de esportes, o Estádio Central de Leipzig é uma boa pedida. Inaugurado em 1956, é considerado um dos templos do futebol na Alemanha, palco de cinco jogos durante a Copa do Mundo de 2006.

Igreja de São Tomás é um dos maiores símbolos da música clássica no mundo, abrigando escolas e coros musicais
Igreja de São Tomás é um dos maiores símbolos da música clássica no mundo, abrigando escolas e coros musicais

Respirar o ambiente musical - A música está no DNA de Leipzig. A cidade foi o lar de compositores icônicos, e que até hoje inspiram escolas e instituições. O coro de meninos Thomanerchor e a escola Thomarsschule são exemplos clássicos deste legado musical. Situadas no interior da Igreja de São Tomás, ambas possuem séculos de tradição e, hoje, são duas das instituições mais respeitadas do planeta. Leipzig ainda acolhe nada menos do que a Gewandhaus, a maior orquestra profissional do mundo, que realiza seus concertos no teatro Gewandhausorchester. Para os amantes de história, diversos edifícios foram transformados em galerias de arte, como a Mendelssohn-Haus, antiga casa do compositor e pianista Felix Mendelssohn, além do Bachmuseum Leipzig, museu que conta a história do maestro Johann Sebastian Bach. Há dezenas de festivais em homenagem aos inúmeros músicos que deram fama à cidade, como Richard Wagner, Robert Shumann e Clara Wieck.

Concertos da orquestra Gewandhaus atraem turistas do mundo inteiro para Leipzig
Concertos da orquestra Gewandhaus atraem turistas do mundo inteiro para Leipzig

Gastronomia e vida noturna - A gastronomia é uma atração indispensável em Leipzig. A cidade possui mais de 1400 restaurantes com os mais variados pratos da culinária internacional, além de bares e pubs regados a cervejas. O mais famoso é o Auerbachs Keller, um badalado bar estudantil localizado no subsolo da Mädler Passage com estruturas erguidas em 1525. O Moritzbastei é outro renomado complexo de casas noturnas que atrai uma multidão aos finais de semana, assim como o Barthels Hof. Mas os cidadãos de Leipzig não vivem somente dos tradicionais chopes. O café é outra bebida enraizada nas tradições da metrópole alemã. São inúmeras confeitarias que servem variados tipos de expresso, com destaques para o Riquet Café, situado no Centro Histórico; e o simbólico Zum Arabischen Coffe Baum, a cafeteria mais antiga da Europa ainda em atividade, que possui até um museu sobre o grão. Para quem prefere apreciar uma boa vista e sentir um clima mais romântico, o Panorama Tower Restaurant, localizado no topo de um prédio de quase 30 andares, é uma boa pedida.

Restaurante localizado no terraço do arranha-céu "Panorama Tower" é um dos mais badalados da cidade
Restaurante localizado no terraço do arranha-céu "Panorama Tower" é um dos mais badalados da cidade

Zoológico de Leipzig - Criado há mais de 120 anos, o Zoológico de Leipzig é um dos mais modernos e tradicionais parques de toda a Alemanha. O local reproduz seis ecossistemas temáticos com áreas destinadas à animais oriundos de todos os cantos do planeta, tais como América do Sul, África e Ásia. No total, são cerca mais de 850 espécies de bichos, entre endêmicas, os raras e tradicionais, além de um gigantesco aquário com centenas de animais marinhos vistos bem de perto, inclusive tubarões. Há ainda um moderno "edifício estufa" com mais de 20 mil plantas tropicais e vegetais de diversas partes do mundo. O local fica aberto o ano inteiro e possui períodos flexíveis de visitação, que são permitidas inclusive à noite.

Zoológico possui um moderno edifício estufa, onde é possível se apreciar os inúmeros vegetais através de passeios pelos canais
Zoológico possui um moderno edifício estufa, onde é possível se apreciar os inúmeros vegetais através de passeios pelos canais

GOSTOU DA MATÉRIA?

0
0
0
0

Siga a gente

Não perca nada do Pureviagem siga a gente no Facebook e Twitter:

Nossas recomendações

Uma viagem pela Baviera: Conheça a Rota Romântica da Alemanha!

São 400 quilômetros de estrada, que passam por cerca de 28 cidades!

Alemanha: 10 Hotéis em castelos para se sentir a realeza

Já pensou se hospedar no castelo original da Bela Adormecida?

Alemanha: conheça a Rota dos Contos de Fadas dos Irmãos Grimm

Preparamos um roteiro imperdível! Que tal embarcar nessa viagem da fantasia?

As mais lidas

Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares
Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares

Das Cataratas do Iguaçu aos Lençóis Maranhenses, passando pelo Pantanal, selecionamos 30 paisagens das cinco regiões do país para contemplar e inspirar a viajar pelo Brasil

Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG
Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG

Local foi descoberto na década de 1960, e desde então, atrai ecoturistas por suas belezas naturais. São 18 piscinas, oito cachoeiras e inúmeras opções de passeios

Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"
Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"

O destino alagoano oferece piscinas naturais, praias de águas cristalinas, boa gastronomia e atividades para todos os tipos de viajantes

Comente!

comments powered by Disqus