Machu Picchu: veja como comprar o seu ingresso

Está pensando em visitar Machu Picchu, no Peru? Confira nosso passo a passo para adquirir o ingresso e visitar o famoso santuário inca
Machu Picchu fica no meio dos Andes peruanos, em um cenário de beleza extraordinária
Machu Picchu fica no meio dos Andes peruanos, em um cenário de beleza extraordinária

Conhecer Machu Picchu, nos Andes peruanos, é o sonho de muitos viajantes. Localizada a 112 quilômetros de Cusco e 2.430 metros acima do nível do mar, a cidadela inca é uma das ruínas mais impressionantes do planeta. Com a sua combinação única de história, natureza e mistérios, o santuário já inspirou livros, filmes e até longas de animação.

O local foi erguido durante o Império Inca e descoberto pelo historiador norte-americano Hiram Bingham, em 1911. Depois disso, passou a atrair viajantes de todo o mundo, que chegam por meio da clássica Trilha Inca, considerada um dos melhores percursos turísticos do globo, ou por trens vindos da cidade de Cusco.

Veja como comprar o seu ingresso para visitar a atração número 1 do Peru:

Antes de tudo, é importante comprar o seu bilhete para Machu Picchu com antecedência. Caso isso não ocorra, você corre o sério risco de chegar à cidade de Cusco e não ter disponibilidade de data para visitar o santuário, especialmente nos meses de junho e julho.

Isso acontece porque o governo peruano limita o acesso ao ponto turístico em 2,5 mil visitantes ao dia. Para subir em Huayna Picchu, a montanha que aparece atrás das ruínas em praticamente todos os cartões-postais, o limite diário é ainda menor. São apenas 400 turistas, divididos em dois períodos: de 7h às 8h (grupo 1) e de 10h às 11h (grupo 2).

A melhor forma de adquirir os tíquetes é pela internet, no site oficial (www.machupicchu.gob.pe ). Caso queira arriscar e comprar na última hora, os ingressos são vendidos também em Cusco e no Centro Cultural de Aguas Calientes, a localidade mais próxima de Machu Picchu.

Para percorrer as ruínas de Machu Picchu, use calçados confortáveis
Para percorrer as ruínas de Machu Picchu, use calçados confortáveis

Comprando os ingressos de Machu Picchu pela internet

No site, clique na bandeira brasileira para ter acesso às principais informações em português. Em "Lugar a Visitar", escolha Machu Picchu. Abaixo, é onde você escolhe o tipo de ingresso: Machu Picchu individual, Machu Picchu + Museu de Sitio Manuel Chavez Ballon, Machu Picchu + Huayna Picchu (nos dois horários permitidos) e Machu Picchu + Montanha (colina que fica ao lado contrário de Huayna Picchu). Na alta temporada, há ainda um bilhete vespertino, com entrada a partir das 13h, que custa 30% menos que o ingresso válido para o dia todo.

Depois, coloque a data de visita no calendário e, no passo seguinte, indique a quantidade de ingressos na parte correspondente aos estrangeiros. Clique em "Passo 2" para colocar as suas informações pessoais. Se os textos estiverem em espanhol, clique novamente na bandeira brasileira para ler em português.

No "Passo 3", aparecerão os seus dados pessoais, o valor do bilhete e um espaço para colocar o endereço. Leia os termos e condições, marque a caixa ao lado e clique no botão para gerar a reserva e imprimi-la (ou anote o número). Na sequência, clique em "Pagos" ("Pagamentos"), insira o código de reserva e tente fazer o pagamento com o seu cartão Visa.

Nesse momento, muitos turistas encontram dificuldades com a compra. É que o sistema do site só aceita cartões com o selo "Verified by Visa", um sistema de segurança da operadora de cartão de crédito que verifica junto ao banco que é mesmo você quem está comprando online.

É comum encontrar as fotogênicas lhamas passeando, comendo e dormindo entre as ruínas
É comum encontrar as fotogênicas lhamas passeando, comendo e dormindo entre as ruínas

Alternativa de compra

Caso não consiga efetuar a compra, o site oficial fornece uma lista de agências autorizadas a comercializar o ingresso (clique em "Consultas", depois em "Agências", na parte inferior). Por uma taxa adicional, você consegue fazer o pagamento com o seu cartão de crédito convencional. A Ticket Machu Picchu e a Fabulous Peru Tours são algumas das empresas indicadas. Se preferir, peça ao seu hotel uma indicação.

Para os turistas com viagem marcada para Machu Picchu na baixa temporada, é possível também pagar o boleto já quando estiver no Peru. Basta se dirigir a qualquer agência do Banco de la Nación do país. Veja a lista completa das agências aqui .

Em Cusco, faça o pagamento na AATC (Associação de Agências de Viagens e Turismo), na Calle Nueva Baja, número 424, ou no escritório de informação turística, localizado no Portal Mantas, 117 (bem próximo à Igreja La Merced). Vale lembrar que, depois de fazer a reserva, você tem apenas seis horas para fazer o pagamento e garantir o seu ingresso.

O limite diário para subir na montanha Huayna Picchu é de 400 visitantes ao dia
O limite diário para subir na montanha Huayna Picchu é de 400 visitantes ao dia

Uma vez realizado o pagamento da reserva, o turista pode imprimir os ingressos oficiais na Dirección Regional de Cultura, em Cusco, ou no próprio site, na opção "Check-in". Nesse caso, coloque o código da reserva e clique no botão de busca. Na hora de trocar o voucher pessoalmente, além do boleto impresso, não se esqueça de levar o documento e o cartão de crédito utilizado na hora da compra.

Quanto custa? Entrada Machu Picchu: S/.128 (cerca de R$110). Entrada Machu Picchu + Huayna Picchu: S/.152 (cerca de R$ 130). Preços apurados em janeiro de 2015. Caso você seja estudante, só é possível comprar o ingresso de meia-entrada pessoalmente. Basta levar a sua carteira internacional da ISIC.

GOSTOU DA MATÉRIA?

13
1
1
0

Siga a gente

Não perca nada do Pureviagem siga a gente no Facebook e Twitter:

Nossas recomendações

Machu Picchu: abertura de nova via é solução para excesso de visitantes

As obras e manutenções previstas para 2016 buscam impedir que o monumento entre para a lista dos Patrimônios Mundiais em perigo

Machu Picchu é novo ponto turístico a ganhar tour virtual do Google

Ferramenta permite que usuários percorram as ruínas e fortalezas sem sequer sair de casa

Machu Picchu fechará temporariamente para turistas em 2016

As montanhas Huayna Picchu e Machu Picchu serão interditadas, em datas diferentes, por conta de manutenções

As mais lidas

Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares
Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares

Das Cataratas do Iguaçu aos Lençóis Maranhenses, passando pelo Pantanal, selecionamos 30 paisagens das cinco regiões do país para contemplar e inspirar a viajar pelo Brasil

Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG
Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG

Local foi descoberto na década de 1960, e desde então, atrai ecoturistas por suas belezas naturais. São 18 piscinas, oito cachoeiras e inúmeras opções de passeios

Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"
Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"

O destino alagoano oferece piscinas naturais, praias de águas cristalinas, boa gastronomia e atividades para todos os tipos de viajantes

Comente!

comments powered by Disqus