Vale da Morte nos EUA tem pedras que andam

No parque nacional de mesmo nome, rochas que pesam 300 quilos ocasionalmente são encontradas espalhadas por uma planície desértica
Geólogos têm estudado essas rochas deslizantes desde 1948, e muitas teorias já foram pensadas sobre o fenômeno
Geólogos têm estudado essas rochas deslizantes desde 1948, e muitas teorias já foram pensadas sobre o fenômeno

Pelo mundo, é possível encontrar lugares que nem parecem ser reais, por estes terem características dignas de uma história de fantasia. Por exemplo, o parque Crater of Diamonds , no estado americano do Arkansas, é repleto de diamantes que seus visitantes podem levar para casa, e a vila de Huacachina, no Peru, é um oásis natural no meio do deserto.

Nos Estados Unidos, o Parque Nacional do Vale da Morte (Death Valley, em inglês) é um desses locais que chamam a atenção de todos, além de ser um dos parques nacionais mais fantásticos do país. O lugar é uma região de depressões que fica ao norte do Deserto de Mojave, que se estende por, aproximadamente, 225 quilômetros ao longo da fronteira entre os estados da Califórnia e Nevada.

O Parque Nacional do Vale da Morte está na fronteira do estado da Califória com o de Nevada, e é um dos mais incríveis dos Estados Unidos
O Parque Nacional do Vale da Morte está na fronteira do estado da Califória com o de Nevada, e é um dos mais incríveis dos Estados Unidos

A área recebeu esse nome por causa dos perfuradores e garimpeiros que atravessavam o local durante a Corrida do Ouro da Califórnia, em 1848, e relatavam dificuldades para atravessar o vale e chegar até as minas. Durante uma das travessias, um trabalhador morreu e o lugar ficou conhecido por esse nome. Apesar disso, um fato mais curioso que a origem do seu título é o das rochas que se movem sozinhas por lá.

Quem visita o Vale da Morte tem a chance de ver de perto uma das principais atrações turísticas da região, o Racetrack Playa (expressão em inglês e espanhol que significa "praia da pista de corrida"). Esse é o local aonde as pedras, que chegam a pesar 300 quilos, aparecem espalhadas ao longo de uma grande planície desértica com um rastro comprido atrás delas, que pode medir mais de 450 metros.

O motivo para o evento ser tão misterioso é o fato de os movimentos serem ocasionais, pois as pedras podem ficar sem se mexer por décadas até isso acontecer de novo

 O motivo para o evento ser tão misterioso é o fato de os movimentos serem ocasionais, pois as pedras podem ficar sem se mexer por décadas até isso acontecer de novo

Geólogos têm estudado essas rochas desde 1948, e muitas teorias já foram pensadas sobre o fenômeno. Algumas das ideias das razões pelas quais as pedras se moviam foram ventanias esporádicas quando o terreno está coberto de água da chuva, blocos de gelo, poeira e até extraterrestres. O motivo para o evento ser tão misterioso é o fato de os movimentos serem ocasionais, pois as pedras podem ficar sem se mexer por décadas até o isso acontecer de novo.

Um estudo do Centro de Investigação Científica e Educação Superior de Ensenada, no México, publicado no portal científico Plos One, conta como o movimento das rochas acontece. De acordo com os autores da pesquisa, a chuva provoca uma camada fina de água no terreno, ressecado pelo tempo, e congela durante a noite. Pela manhã, o gelo se quebra em pedaços, que são empurrados pelo vento como se fossem barcos, com a pedra em cima.

Além do Racetrack Playa, o Parque Nacional do Vale da Morte conta com outros atrativos em seus 1,3 milhão de hectares. O local possui ruínas de cidades-fantasma da época da Corrida do Ouro, o Castelo Scotty, erguido no século 20 pela família do executivo Albert Mussey Johnson, e vários cânions.

GOSTOU DA MATÉRIA?

8
0
0
0

Siga a gente

Não perca nada do Pureviagem siga a gente no Facebook e Twitter:

Nossas recomendações

O que muda no turismo com a eleição de Trump nos Estados Unidos?

De acordo com o The New York Times, cenário de instabilidade pode respingar nos rumos do turismo mundial

Califórnia tem praia perfeita para quem ama cachorros

A "The Original Dog Beach", em San Diego, é conhecida como uma das primeiras faixas areia pet friendly dos Estados Unidos

Roteiro de 3, 5 e 7 dias em Nova Orleans, um cidade cheia de música e história!

Você vai se apaixonar pela cidade mais mal-assombrada dos Estados Unidos

As mais lidas

Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares
Brasil fantástico: confira 30 paisagens brasileiras espetaculares

Das Cataratas do Iguaçu aos Lençóis Maranhenses, passando pelo Pantanal, selecionamos 30 paisagens das cinco regiões do país para contemplar e inspirar a viajar pelo Brasil

Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG
Conheça o Paraíso Perdido, complexo com 18 piscinas naturais em MG

Local foi descoberto na década de 1960, e desde então, atrai ecoturistas por suas belezas naturais. São 18 piscinas, oito cachoeiras e inúmeras opções de passeios

Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"
Maragogi: confira os encantos do "Caribe Brasileiro"

O destino alagoano oferece piscinas naturais, praias de águas cristalinas, boa gastronomia e atividades para todos os tipos de viajantes

Comente!

comments powered by Disqus